Curta nossa página

Cidades

Defesa Civil realiza Operação Afrodite em motéis do DF

em

Renato Araújo/Agência Brasília

A partir da próxima segunda-feira (14), a Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil dará início à Operação Afrodite — referência à deusa do amor da mitologia grega. Até dia 1º de junho, cerca de 30 motéis serão vistoriados. O objetivo é verificar se os locais oferecem o mínimo de segurança aos frequentadores, já que o movimento aumenta no próximo mês em razão do Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho.

Os agentes irão observar se a documentação está em dia e se o local oferece iluminação e saída de emergência adequadas. A parte elétrica e a estrutura do ambiente também passarão por análise durante a “blitz”.

“Como nosso objetivo é prevenir acidentes, nosso foco são as estruturas que podem oferecer risco iminente aos frequentadores, como sistema de aquecimento, extintores e a estrutura das edificações”, explica o subsecretário da Defesa Civil, coronel Sérgio Bezerra.

Se for encontrado algum problema, o responsável pelo estabelecimento será notificado e terá até 30 dias para correções. Caso seja identificado um caso mais grave, que ofereça risco iminente ao público ou até mesmo para quem trabalha no local, este será interditado até haver os devidos reparos.

As visitas dos agentes da Defesa Civil são previamente programadas e negociadas com os proprietários. Quem quiser solicitar vistoria ou denunciar algum estabelecimento de entretenimento, pode ligar no telefone (61) 3362-1935.

Continuar lendo
Publicidade

Cidades

Bombeiros ofertam treinamento gratuito para motociclistas

em

Publicado por

Divulgação/CBMDF

Estão abertas 48 vagas para motociclistas que queiram receber treinamento gratuito sobre técnicas de primeiros socorros e de direção defensiva. O curso será oferecido pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.

É possível se inscrever de segunda a sexta-feira, das 13h30 às 18 horas, no Grupamento de Atendimento de Emergência Pré-Hospitalar (QE 38, Área Especial 6B, Guará II).

O condutor deve levar cópia e original da carteira nacional de habilitação (CNH) da categoria A. Não há prazo para inscrições — elas seguirão até o preenchimento das vagas.

Turmas serão divididas por nível de conhecimento – Os alunos serão divididos em quatro grupos, por nível de conhecimento: básico, intermediário e avançado. O teste será feito antes do início do único dia de treinamento para cada modalidade.

As aulas, que ocorrerão das 8 às 18 horas, começam em 11 de junho para a turma avançada. Nos dias 12 e 14, serão atendidos os motociclistas de nível básico (duas turmas diferentes). No dia 13, os intermediários.

O conteúdo será teórico e prático e abordará, entre outros temas, técnicas de pilotagem e uso correto dos freios.

Continuar lendo

Cidades

Sabia que nem tudo é motivo para procurar o pronto-socorro?

em

Publicado por

Tony Winston/Agência Brasília

Está com dor ou febre? Sente fraqueza ou palpitação? Precisa fazer um curativo? Vá até a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais perto de sua casa.

Estes e uma série de outros problemas podem ser resolvidos nas unidades básicas de saúde, sem a necessidade de enfrentar esperas, muitas vezes longas, nos prontos-socorros de hospitais e unidades de pronto atendimento.

Cerca de 70% dos problemas de saúde podem ser resolvidos nas UBSs.  As equipes estão preparadas para avaliar cada paciente e direcioná-lo para o serviço mais indicado à sua demanda.

O atendimento poderá ser na hora ou agendado para data próxima. Apenas em casos graves, o paciente será encaminhado para um hospital.

Como funciona – As Unidades Básicas de Saúde estão com 50% de sua capacidade de atendimento direcionada para agenda programada, aquelas com horário marcado, e a outra metade para demanda espontânea. Isso garante que todas as pessoas que buscarem atendimento serão acolhidas e devidamente encaminhadas para o serviço necessário.

Nesse processo de fortalecimento da atenção primária, a Secretaria de Saúde começou, no início de 2017, a conversão do modelo de atenção, saindo do tradicional para o funcionamento exclusivo com equipes de Estratégia Saúde da Família.

Isso significa que agora a população poderá ser atendida por equipes formadas por médicos de família, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde e equipes de saúde bucal, que assistirão integralmente a todos.

Cada equipe atenderá uma população de, aproximadamente, 3,7 mil pessoas.

Os horários de atendimento também estão melhores.

As unidades básicas de saúde com estrutura completa já tiveram seus horários ampliados e passaram a atender também aos sábados. Isso já acontece, por exemplo, em Samambaia e Ceilândia.

Nessas UBSs, o horário foi também estendido: era das 7h às 18h e passa a ser das 7h às 19h.

Confira a relação das unidades de saúde, com endereços, serviços e horário de funcionamento.

ESF – Em janeiro de 2017, o Distrito Federal contava com 277 equipes de saúde da família, sendo 243 implantadas no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES), do Ministério da Saúde. Em maio de 2018, o DF passou a contar com 540 equipes, das quais 325 já constam no cadastro do Ministério da Saúde.

Com a ampliação, a população total assistida pela Estratégia Saúde da Família no DF passou de 1.038.750 no início de 2017 para 2.025.000 habitantes em maio de 2018.

UBS – Ao longo do projeto de mudança, batizado de Convert, foram construídas quatro unidades básicas de saúde – uma em Samambaia (entregue em janeiro de 2018), duas em Ceilândia, uma delas com obras em fase final, e outra na Fercal.

Ao todo, serão 18 equipes atuando nessas novas unidades, com cobertura de 67.500 pessoas.

Outras 4 novas construções de UBS devem iniciar as obras ainda nesse semestre (Planaltina, Ceilândia, Recanto das Emas e Samambaia).

Em 2017, foram entregues quatro UBSs reformadas: Riacho Fundo II, Sobradinho I, Sobradinho II e Asa Sul. Ainda estão em reforma duas UBS em Planaltina e uma em Ceilândia.

Para este ano, está prevista a reforma de, pelo menos, mais 6 UBSs.

Saiba mais sobre o novo modelo de atenção primária.

Continuar lendo

Cidades

Na Hora chega a 32,5 milhões de atendimentos desde 2002

em

Publicado por

Tony Winston/Agência Brasília

Os brasilienses podem ter acesso, em um único lugar, a serviços oferecidos por 22 órgãos dos governos local e federal nas sete unidades do Na Hora do Distrito Federal: Brazlândia, Ceilândia, Gama, Plano Piloto, Riacho Fundo I, Sobradinho e Taguatinga.

Entre eles estão a emissão da segunda via de contas de água ou de luz, de documentos como nada-consta, carteira de identidade e de motorista.

Nesses postos, também é possível encontrar agências dos Correios, do Banco de Brasília (BRB) e do Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF).

Outros serviços disponíveis são, por exemplo:

  • Emissão de guia do seguro obrigatório (DPVat)
  • IPVA
  • IPTU/TLP
  • Nada-consta de débito do governo de Brasília
  • Departamento de Trânsito (Detran) — multas
  • Justiça Federal

Vinculado à Subsecretaria de Modernização do Atendimento Imediato ao Cidadão, da Secretaria de Justiça e Cidadania, o Na Hora funciona como uma central de atendimento.

Nos dias úteis, abre das 7h30 às 18h30. Aos sábados, das 7h30 às 12h30.

De 31 de maio a 11 de junho, a unidade da Rodoviária do Plano Piloto ficará fechada para reforma das dependências.

Conheça alguns números do Na Hora desde junho de 2002:

  • 32,5 milhões de atendimentos
    • 2 milhões por ano
    • 169 mil por mês
    • 640 por dia
  • Tempo médio de espera para ser atendido: 14 minutos
  • Duração do atendimento: cerca de 4 minutos

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade