Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Terça (8)

Congresso sedia conferência sobre Liberdade de Expressão

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Reprodução/Google Imagens


Segue a gente no
Google News

Política pública já adotada na Comunidade Europeia e nos Estados Unidos, a Educação Midiática entra em pauta no Brasil. O tema será debatido por representantes do Legislativo, do Executivo, do Judiciário e da Sociedade Civil na 12ª Conferência Legislativa sobre Liberdade de Expressão, realizada pelo Instituto Palavra Aberta todos os anos, no Congresso Nacional, em Brasília. Nesta edição, que acontece na próxima terça-feira, dia 08/05, das 9h às 13h, a pauta será: “A Importância da Educação Midiática na Formação da Cidadania e no Combate às Notícias Falsas”.

Conteúdo transversal, que abrange princípios da educação, do Direito e da Comunicação, a Educação Midiática é considerada como o principal antídoto à produção e disseminação de notícias falsas – as Fake News. A iniciativa alcança crianças, adolescentes, jovens e, principalmente, educadores e difusores de informação. “Com a mudança na forma como se consome informação, é necessário desenvolver o senso crítico para diferenciar os conteúdos. Com esses conhecimentos, disseminados a partir da Educação Midiática, o cidadão passa a ter discernimento e liberdade”, explica a presidente do Instituto Palavra Aberta, Patrícia Blanco. A instituição vem articulando junto ao setor público a absorção do tema dentro das competências exigidas pela BNCC (Base Nacional Comum Curricular).

De acordo com a Unesco, que apoia a iniciativa de implantar no Brasil a Educação Midiática, a exemplo do que ocorre em outros países, “desenvolver a compreensão crítica de como a mídias e a informação podem aprimorar a capacidade de professores, estudantes e cidadãos engajarem-se às mídias e usarem bibliotecas, arquivos e outros provedores de informação, como ferramentas para a liberdade de expressão, o pluralismo, o diálogo e a tolerância intercultural que contribuam para o debate democrático e a boa governança”.

Os senadores Ana Amélia (PP-RS), Cristovam Buarque (PPS-DF) e Fátima Bezerra (PT-RN), os deputados Rodrigo Garcia (DEM-SP) e Mendonça Filho (DEM-PE), ex-ministro da Educação, o secretário de Comunicação da Câmara, deputado Márcio Marinho (PRB-BA), os ministros de Estado da Transparência/CGU, Wagner Rosário, e do TSE, Carlos Bastide Horbach, e a representante da Unesco no Brasil, Marlova J. Noleto, estão entre os participantes da Conferência. O evento é aberto ao público, mediante inscrição gratuita no site da Câmara Federal, apoiadora da iniciativa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright © 2015-2020 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços de notícias de agências nacionais e internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #GenuinamenteBrasiliense