Curta nossa página

SOBOPE

Alimentação adequada gera impacto positivo durante o tratamento contra o câncer infantil

Publicado

Alimentação no tratamento do câncer infantil
Foto/Imagem: Freepik


A Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE) reforça a importância da alimentação adequada durante o tratamento contra o câncer infantil. A dieta bem orientada contribui para a manutenção do estado nutricional e metabólico do paciente e ajuda a prevenir e minimizar complicações clínicas, além de impactar positivamente nos resultados.

Segundo o Comitê de Nutrição da SOBOPE, o processo nutricional do paciente oncológico é acompanhado desde o diagnóstico e segue mesmo após a conclusão do tratamento. Em todas essas fases, a nutrição não deve ser negligenciada: a ingestão alimentar inadequada pode levar o paciente à perda de peso ou aumento das toxicidades decorrentes do processo terapêutico.

Diagnóstico

Nesta fase, conhecer o estado nutricional, evolução de peso, hábitos alimentares e o tratamento que será realizado garante ao profissional as informações necessárias para o ponto inicial do acompanhamento. Por isso, uma consulta antes ou bem no início do tratamento é essencial para fornecer um direcionamento à família neste momento.

Tratamento

Neste período, a relação com a comida muda muito, influenciada principalmente pela toxicidade do tratamento. Realizar consultas periódicas permite a adaptação da alimentação, adoção de suplementos ou uso de dieta via enteral para auxiliar na ingestão alimentar adequada. Todas essas estratégias devem ser instituídas de maneira individualizada, de acordo com o tratamento realizado e a realidade de cada paciente e família.

Pós tratamento

A avaliação direcionada à família após o término do tratamento é o principal ponto de atenção. Melhorar o consumo de frutas e reduzir o de produtos ultraprocessados estão entre as recomendações que podem surgir. Receber a orientação de um nutricionista auxilia no planejamento das possíveis mudanças e no impacto positivo do estado nutricional.

“Quando se fala de acompanhamento nutricional, automaticamente lembramos do estado nutricional, mas para ocorrer a melhora ou manutenção do estado nutricional, é necessário o olhar do profissional de nutrição para a rotina alimentar e a relação com a comida”, explica a nutricionista Juliana Nabarrete, integrante do Comitê de Nutrição da SOBOPE.

Sobre a SOBOPE

Fundada em 1981, a SOBOPE tem como objetivo disseminar o conhecimento referente ao câncer infanto-juvenil e seu tratamento para todas as regiões do País e uniformizar métodos de diagnóstico e tratamento. Atua no desenvolvimento e divulgação de protocolos terapêuticos e na representação dos oncologistas pediátricos brasileiros junto aos órgãos governamentais.

Atualizado em 02/09/2023 – 07:25.

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana